Quando o assunto é gasto com energia elétrica, o mercado empresarial não brinca em serviço. Esse é um recurso essencial para o funcionamento operacional e pode chegar a representar uma quantia substancial dentro de grandes empresas, fábricas ou indústrias.

O fato é que o Brasil vive uma crise energética durante a última década,  atingindo seu auge entre 2014 e 2017, quando a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) registrou um aumento de 31,5% no valor da conta de luz. Com a falta de chuva para abastecer as usinas hidrelétricas, o cenário se repete. Em agosto, a agência acionou a bandeira vermelha, propondo um aumento de até  15% no valor da conta de luz, um dos mais caros da história.

Economizar energia dentro de uma empresa não é apenas reduzir custos. Essa prática é essencial para garantir que fabricantes e fornecedores entreguem matéria prima, tecnologia e produtos essenciais para as famílias e outras empresas com um preço justo, sem impactar orçamentos ou prejudicar sua margem de lucro.

Apesar dos esforços de muitos empresários para baixar o valor da conta de luz, existem fatores dentro da própria empresa que podem estar comprometendo a capacidade energética e causando prejuízo. Conheça alguns dos possíveis problemas a seguir.


Fuga de Energia

Esse é um problema popular em instalações e equipamentos elétricos, mas que poucos sabem identificar ou solucionar o problema.

Pode estar associado a equipamentos mal instalados ou fiações com pouco ou nenhum isolamento. Ele pode abranger tanto cabos desencapados, expostos ao ambiente; quanto equipamentos de extrema importância, responsáveis por distribuir a energia elétrica das concessionárias para toda a organização, como os centros de medição e as cabines primárias.

São falhas como essas que causam a fuga de corrente, um tipo de “vazamento” de energia elétrica que pode comprometer a performance do equipamento e aproveitamento da energia, levando a prejuízos que podem ser irreversíveis, danificando equipamentos e aumentando o risco de acidentes.

“Mas por qual razão isso aumenta o valor da minha energia?” Apesar de não estar utilizando a energia, você ainda está recebendo determinada quantidade da concessionária que está sendo desperdiçada. Ou seja, é um problema que você deve ficar sempre atento.


Instalações Antigas e sem Manutenção

Quando compramos um novo prédio, galpão ou outros imóveis comerciais, é comum iniciar no novo local com as instalações elétricas originais ou com as manutenções feitas pelo antecessor. Entretanto, instalações antigas também estão mais suscetíveis a possíveis falhas técnicas, como problema de fiação interna, cabos ou tomadas danificadas, fuga de energia, entre outros.

O ideal é que a manutenção elétrica preventiva seja feita ao menos uma vez a cada semestre, identificando problemas que podem comprometer a instalação. Com apoio de um técnico especializado, mantenha a manutenção preventiva de equipamentos em dia, garantindo máxima eficiência dos sistemas e máquinas da empresa.


A Wbecker Elétrica tem mais de 10 anos de experiência no setor de engenharia elétrica nacional, atendendo diferentes tipos de empresas e demandas. Faça seu projeto, laudo, instalação e manutenção elétrica conosco, e garanta muito mais eficiência energética em sua empresa, reduzindo custos sem impactar a produtividade.