Embora subestimada por pequenos grupos, a energia elétrica tem uma grande potência capaz de causar danos físicos e materiais. Não é uma surpresa ser alertado de notícias catastróficas por conta de má instalação ou uso irregular de equipamentos, contrariando regras definidas pela Norma Regulamentadora 10, do Guia Trabalhista.

Com objetivo de prevenção de tais acidentes, o laudo elétrico é requisito básico exigido por seguradoras e órgãos públicos.

Mas o que é o laudo elétrico? Para entender melhor sobre o que é, como funciona e qual a importância do documento, continue a leitura deste artigo.


O que é um Laudo Elétrico?

O laudo elétrico é uma avaliação oficializada através de documento, cujo objetivo é atestar a regularidade de todos os critérios técnicos de uma instalação elétrica.

Conforme mencionamos no início do artigo, o documento é exigido por seguradoras e órgãos públicos, como como o Ministério de Segurança do Trabalho e Emprego, Corpo de Bombeiros, Prefeitura de São Paulo e Certificadoras OHSAS 18000, que é o Sistema de Gestão e Certificação da Segurança e Saúde Ocupacional.


Quem pode fazer o Laudo Elétrico?

Por se tratar de uma avaliação de insalubridade, ou seja, que pode acarretar em riscos vitais, o laudo elétrico só pode ser realizado por empresas especializadas, como a WBecker.

O profissional responsável pela avaliação (Engenheiro Eletricista ou Técnico em Eletrônica) também devem ser credenciados pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) e estar devidamente protegido com equipamentos de proteção individual adequados para a situação.


Tipos de Laudos Elétricos

Existem diversos modelos de laudo elétrico, todos com suas particularidades. Dentre os principais tipos, temos:

  1. SPDA: também conhecido como “laudo de para-raios”, tem foco na garantia de proteção contra as descargas atmosféricas.

  2. LA: o “laudo de aterramento” serve para validar se há proteção contra choques elétricos e incêndios. Tal procedimento é realizado através da medição de resistência de aterramentos.

  3. LIE: o “laudo de instalações elétricas” é a validação geral do local, realizado por profissionais especializados.

Contate um profissional especializado para saber o tipo de laudo elétrico necessário para o seu local.


Normas referentes a instalações elétricas

Um projeto de instalação elétrica deve atender normas específicas para assegurar que ambiente está apto para uso. Essas normas são previamente regulamentadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e pelo Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil.

Entre as normas mais utilizadas no laudo elétrico, temos a NBR 5415, NBR 14039, NBR 5413, NBR 5419 e NBR 5410.


Prazo de validade do atestado

O laudo elétrico NR10 possui um prazo de validade de um ano, mas requer a validação da estrutura sempre que for necessário ou em caso de suspeita de instabilidade técnica, a fim de evitar danos físicos e materiais aos frequentadores do local.

Evite riscos e acidentes desnecessários em seu edifício. Respeite o prazo para revisão técnica, manutenção preventiva e atualização do laudo elétrico.

Precisa de uma equipe altamente capacitada para realizar o laudo elétrico? Contate nossos especialistas para maiores informações.