O aumento da conta de luz certamente pegou muita gente de surpresa, mas infelizmente é um problema que afeta ainda mais o empresário. Apesar de ter um alto valor circulando em caixa, uma grande parte é destinada a gastos exorbitantes com água e energia elétrica, afinal, existem muito mais pessoas e máquinas fazendo uso destes recursos, principalmente em indústrias.

Mas sabia que você pode estar gastando mais energia do que pode imaginar? Existem muitos problemas que podem interferir diretamente no valor da conta de luz, mas é raro ver algum que pese tanto quanto os altos gastos provenientes da fuga de corrente elétrica.

Se você ainda não conhece esse problema, te convido a ler este artigo até o fim. Vou explicar o que é a fuga de energia e como ela afeta diretamente a sua empresa. Vamos lá?!


O que é e como funciona a Fuga de Corrente Energia?

Para que equipamentos e lâmpadas elétricas  sejam ligadas, primeiro nós precisamos da ação da corrente elétrica, que é o movimento ordenado de elétrons através de um material condutor, geralmente feito de metal. Esse condutor precisa estar bem isolado, para que a energia corra continuamente até o circuito principal.

Mas o que acontece quando há fuga de corrente elétrica? A rede é abastecida com energia direto das concessionárias normalmente, contudo, o que deveria estar sendo aproveitado pelos aparelhos está saindo da corrente e se espalhando para outras massas. Em outras palavras, você está pagando por uma energia que não está sendo utilizada.

Algumas condições podem colaborar com a fuga de corrente elétrica, como: ementas com isolação mal feita; cabos ressecados, quebradiços e danificados; excesso de umidade e infiltração; e má instalação elétrica.


Como saber se esse é o seu problema?

Como uma doença que pode ser curada, a fuga de corrente elétrica também apresenta alguns sintomas que precisamos ficar de olho. Alguns dos mais comuns são:

  • Superaquecimento de cabos e aparelhos: cabos, fios e até mesmo aparelhos conectados à instalação elétrica tendem a ficar muito quentes, o que indica que há problemas no isolamento. Pode ser causado por fios descascados ou desgastados pelo tempo.
  • Choque ao tocar em aparelhos: além do aquecimento de equipamentos, se houver a presença de choque ao tocar em equipamentos, esse é um fator que indica que o dispositivo está energizado.

Alguns equipamentos domésticos possuem dificultam a identificação do problema graças a um sistema de dupla isolação, mas esse é um sinal que podemos notar facilmente em geladeira, forno elétrico, microondas e outros eletrônicos que não contam com esse isolamento extra.


Dicas para solucionar esse problema

A boa notícia é que existem uma série de alternativas que não só evitam o aumento da conta de luz, como também trazem muito mais segurança para todos.


Instalação de um Dispositivo Diferencial Residual

O dispositivo DR é uma das formas mais seguras de garantir a segurança em caso de fuga de corrente elétrica. Ele é conectado diretamente ao Quadro de Distribuição de Circuitos (QDC), monitorando qualquer indício de problema para desligar o circuito elétrico.

É uma alternativa muito viável e de ação rápida, garantindo máxima proteção contra possíveis choques elétricos e problemas graves que, dependendo do grau de intensidade da energia, pode ser fatal.


Cuidados na Instalação Elétrica

Para que seu projeto elétrico tenha maior vida útil, é importante manter alguns cuidados básicos durante a instalação.

Em primeiro lugar, converse com um engenheiro eletricista de confiança, alguém que esteja habilitado para elaborar e colocar em prática a instalação elétrica com segurança. Depois, certifique-se de que todos os cabos e ementas estão isolados, sem cortes ou danos nos fios condutores.


Rotina de Manutenção Elétrica

Os cuidados com a manutenção elétrica não acabam após a sua instalação. É algo que precisamos rever continuamente e com o apoio de um profissional eletricista.

Os sinais que apresentamos anteriormente são formas práticas de verificar se há algo errado com a instalação elétrica que podem indicar possíveis problemas, mas apenas um técnico ou engenheiro eletricista habilitado poderá validar se esse é realmente o problema que está gerando aumentos na conta de luz.

É indicado que a revisão elétrica geral seja feita pelo menos uma vez por semestre, garantindo sempre melhores resultados, economia e eficiência energética.


Conclusão

A grande vantagem de contar com apoio profissional para uma revisão geral das instalações, componentes e equipamentos que consomem energia elétrica é que podemos encontrar outras soluções práticas e viáveis que possam reduzir ainda mais o valor da conta de luz sem comprometer a sua rotina.

Agora que você já sabe tudo sobre a Fuga de Corrente Elétrica, já sabe se esse é o seu problema? Conte com a Wbecker Elétrica e coloque sua manutenção com um time de engenheiros e profissionais especializados. Clique aqui para saber mais sobre nossos serviços e solicitar um orçamento gratuito para o seu projeto.