A existência de uma Subestação de Entrada de Energia é fundamental para a maioria das empresas que necessitam fazer a gestão de uma grande quantidade de energia elétrica. É o tipo de projeto muito indicado para construções de grande porte, como: empresas, indústrias, hospitais, condomínios (comerciais ou residenciais), entre tantos outros imóveis.

A seguir, entenda melhor os objetivos da Subestação Elétrica e o que considerar em seu projeto de montagem e execução.


Para quê serve a Subestação Elétrica?

A função básica de uma subestação elétrica é sustentar toda a energia dos estabelecimentos de grande porte.

Na prática, as subestações reduzem a tensão elétrica para que essa energia possa ser distribuída. Ela pode ser direcionada aos postes de alimentação tornando-se uma rede primária de distribuição para seus usuários; ou diretamente para imóveis de consumidores finais, que podem receber a alimentação aérea ou subterrânea. Este segundo geralmente tem adesão de indústrias, shoppings centers, supermercados, condomínios, hospitais, entre outras edificações grandiosas.

Lembrando que essa energia ainda possui uma potência elevada, muito acima do necessário para pequenos comércios e residências. Para isso, é necessário enviar a energia para outros postos de transformação, ou pequenas subestações, que passam a operar energia em baixa tensão através de uma rede secundária de distribuição.


As vantagens de um bom projeto de Subestação Primária

Como sugerido no trecho anterior, as empresas buscam a construção de uma Subestação Primária para poder fazer a melhor gestão de sua energia. Mas para que tenha melhor proveito deste sistema, é necessário um projeto de Montagem e Execução de Subestação Primária feito por um Engenheiro Eletricista.

Essa prática pode trazer muitos benefícios para a empresa. Veja alguns exemplos a seguir.


Energia de Qualidade 

Nada de instabilidade e picos de energia durante o horário de expediente. Graças às subestações primárias, você recebe apenas energia de alta qualidade, distribuída de forma adequada para tomadas, luzes e equipamentos eletrônicos, conforme necessidade da operação.

Mais Segurança

Quanto melhor o projeto e instalação da subestação primária, maior é o controle e segurança na gestão de energia.

Além de proteger aqueles que frequentam o local, evitando riscos à vida, combate às oscilações e sobrecarga de energia. No caso de fábricas e indústrias, esse é um ponto de grande relevância, já que a perda de equipamentos industriais pode representar um prejuízo alto para a empresa.

Aumentar produtividade da unidade

É como dizem: tempo é dinheiro. E ficar parado por conta da falta de energia elétrica durante o horário comercial pode significar a perda de muito dinheiro, tornando processos cada vez menos eficientes.

Não é o momento de arriscar seu negócio com tamanho despreparo infraestrutural, por isso a subestação primária é sempre a melhor opção.

Melhor manutenção elétrica

Centralizar todo o comando de energia em um só lugar também permite maior controle e manutenção elétrica das cabines primárias e de toda a rede de energia local, sendo muito mais fácil encontrar a fonte do problema em caso de algum imprevisto.



Conte com a Wbecker Engenharia para montagem e execução da sua Subestação Primária.

Neste artigo você pode entender melhor como funcionam as Cabines Primárias, ou Subestações de Energia, e explorar um pouco mais dos seus benefícios.

A equipe de Engenheiros da Wbecker Engenharia Elétrica tem realizado um trabalho grandioso nos últimos anos, realizando projetos de montagem e execução de cabines primárias em diversas regiões do Brasil. E nós também queremos ajudar a sua empresa a fazer melhor gestão de energia elétrica, criando um projeto de alta qualidade para o seu negócio.


Se você deseja saber detalhes sobre esse tipo de projeto para entrada de energia, clique aqui e veja mais informações sobre o método de trabalho da nossa empresa.